/ Mudanças

27Fev 2016

Recomeço, metas para 2016 e mais promessas…

Postado por às em Pessoal, TAG

Enfim, começou 2016. Dizem que o ano começa depois do Carnaval, mas não posso dizer que para mim isso aconteceu porque eu já fiz tanta coisa esse ano, e olha que ele mal começou!

Em 2015, bem no finalzinho, acabei deixando o blog de lado. Tentei me explicar, tentei voltar e não consegui. Confesso que não consegui administrar meu tempo para voltar a fazer posts diários e isso acabou me deixando frustrada com o rumo que foi acontecendo.

Assim como fiz em 2015, fiz algumas metas para 2016 e uma delas é dar prioridade ao blog. Se eu não conseguir, vou parar mesmo de escrever porque blog é continuidade, é contato diário com leitoras e amigas.

Como disse em 2014 para as metas de 2015, escolhi poucas coisas materiais e muitas que eram difíceis pra mim, mas que se eu conseguisse iriam me ajudar muito.




Essas foram as minhas metas e hoje, relendo elas fico muito feliz porque consegui todas elas!!! Em fevereiro de 2015, comecei a fazer Zumba e me apaixonei. Em outubro de 2015, aconteceram umas situações difíceis no meu dia a dia e consegui me acalmar porque era bastante ansiosa e sempre sofria com isso. o ter mais tempo pra mim, foi mais ligado à beleza… e realmente me esforcei pra conseguir. E a última meta, que foi trocar de carro, e pra falar a verdade eu nem me lembrava dela, e achei que não ia conseguir porque não dependia só de mim, mas consegui. Na verdade, conseguimos; tenho que incluir meu marido nessa, tudo que fizemos é para nós dois.

06Ago 2015

Sobre mudanças e recomeços…

Postado por às em Pessoal

Tudo que implica mudança na vida da gente gera um pouco de resistência. Ainda mais quando as mudanças não foram planejadas e acontecem num ritmo que você não está acostumada. E o pior, não é aceitar a mudança, planejar como agirá ou ajustar o ritmo; o pior é se acostumar que daquele momento em diante, nada mais será como antes.

Eu estava acostumada a uma vida igualmente vivida há anos e muitas coisas nesses dois últimos meses me abalaram um pouco e fizeram eu desacelerar o ritmo. E embora precisasse desacelerar, eu parei de fazer as coisas que eu gostava, como o blog e academia, pra fazer o que não tinha como escolher se poderia ou não: trabalhar mais e mais. De certa forma, quando você tem muito trabalho a fazer, você mantém sua cabeça ocupada e o tempo passa e você não sente tanto a dor da mudança.

Tudo isso não explica o fato de manter o blog ou o canal do Youtube sem postagens, mas sempre disse que o blog não é uma fonte de renda pra mim, é o meu lazer compartilhar minhas experiências com vocês. Só que nada que é feito sem prazer fica bom. E aos poucos, estou arrumando minha vida e voltando ao ritmo normal (de agora).

Meu lema agora é viver um dia de cada vez, dia após dia e esperar o que vai acontecer. Nem sempre o rumo da vida da gente, a gente que escolhe!