10Ago 2015

As melhores maquiagens e tratamentos para pele oleosa

Postado por às em Beleza, Parceiros

Já que a primeira impressão é a que fica, seu rosto é seu maior cartão de visita. Pensando nisso, preparamos esse guia com dicas para quem busca a pele perfeita e quer saber como acabar com espinhas e oleosidade excessiva.


Fonte: Mundo Mulheres

Mais comum em peles oleosas, a acne é consequência da gordura acumulada, que obstrui os poros e inflama as glândulas sebáceas, principalmente na zona T da face (testa, nariz e queixo). Por isso, a medida número 1 é a limpeza de pele diária com um sabonete específico (de preferência que contenha ácido salicílico e enxofre, que diminuem a produção de sebo) para remover o excesso de gordura e desobstruir os poros.

É importante ressaltar que a limpeza de pele oleosa deve ser feita duas vezes ao dia e não mais que isso, pois do contrário ela pode acabar compensando a higienização com uma maior produção de sebo. Realizá-la com água fria ou morna também ajudará a potencializar o efeito do sabonete, já que o calor estimula as glândulas sebáceas.

O uso de um tônico adstringente com os mesmos ativos do sabonete funciona como um complemento da limpeza de pele. Além disso, realizar uma esfoliação a cada 15 dias promoverá a renovação celular e ajudará a controlar a oleosidade. Existem esfoliantes específicos, mas o açúcar mascavo também pode ser um aliado no tratamento para pele oleosa.


Fonte: Rac

Engana-se quem pensa que a pele oleosa não precisa ser hidratada. Precisa sim! E existe uma variedade de cremes para pele oleosa que hidratam enquanto diminuem o brilho da cútis. Prefira as fórmulas mais leves, como as em gel, por exemplo.

O uso de protetor solar é indispensável para todos os tipos de pele. Com a oleosa não é diferente. A única diferença é que nesse caso você deve preferir produtos oilfree.

Para casos mais graves de oleosidade, o melhor é procurar um dermatologista. Hoje existem tratamentos avançados para esse problema. Os ácidos, por exemplo, contêm ativos poderosos na diminuição da oleosidade da pele e podem ser usados à noite. Os peelings (como o de ácido mandélico) apresentam ativos parecidos, mas em maior concentração.

A luz pulsada é outra alternativa que reduz a oleosidade progressivamente e pode ser feita uma vez por mês. Para os casos ainda piores, recomenda-se laser de CO2 fracionado, que penetra nas camadas mais profundas da pele.

Maquiagem para pele oleosa

A primeira grande (e talvez até um pouco óbvia) dica para uma boa maquiagem é usar produtos específicos. No caso da pele oleosa, os produtos oilfree (livres de óleo) e anti-shine (antibrilho) funcionam como reguladores.

Evite usar esponjas para espalhar os produtos. Prefira pincéis, que não espalham tanto a oleosidade da pele. O uso de pó compacto (de preferência a versão mineral) pode diminuir o brilho, mas seu uso exagerado pode obstruir ainda mais os poros e piorar os casos de acne.


Fonte: Portal Tudo Aqui

Use produtos matificantes para disfarçar o brilho. Os primers também podem ser bons aliados da maquiagem nesta função.

E lembre-se sempre: jamais durma com maquiagem!

Com essas dicas vai ficar mais fácil ter uma pele de pêssego e um cartão de visita especial para acender holofotes sem brilhar demais.

Este post é uma contribuição do Bondfaro para o blog Mais Que Garotas.