23Jun 2016

Batom Líquido Sapatilha – Dailus | @dailuscolor

Postado por às em Maquiagem, Resenha, Testei


O Sapatilha da Dailus é aquele batom curinga, escurão, que quem gosta de se maquiar, deve ter um em casa. Ele é meio roxo, meio vinho, bem escuro, bem fechado e como os batons líquidos da Dailus, é matte, bem sequinho.

A embalagem é comum de plástico e é aquelas de gloss, com aplicador com espuminha na ponta.
O batom em si é muito bom. A textura dele é mais densa e não escorre quando passa na boca, com um certo tempo, seca totalmente. Eu gosto desse acabamento seco do batom, mas tem gente que acha desconfortável.


A aplicação dele é bem mais difícil. Como ele é muito escuro e muito sequinho, ele mancha um pouco. Mas com o tempo, você vai se acostumando a passar, eu gosto de deixar muito batom no aplicador, acho mais fácil.
A cor varia muito de pessoa pra pessoa. O tom da boca da pessoa, além do tom da pele interferem na cor do batom. Por isso é muito comum ver o mesmo batom em tonalidades bem diferentes nas mulheres.
Na minha boca ele fica mais vinho e já vi muitas resenhas que ele fica bem escuro, quase preto. Mas como disse, tudo depende do tom de boca da pessoa.

Ele não tem uma textura desconfortável e só tenho uma dica na aplicação: evitar passar o pincel mais de duas vezes no mesmo lugar porque senão pode manchar; como ele é escuro e denso, ele mancha com muita facilidade.
A duração do produto varia com o que você vai fazer: comer e beber sempre diminuem o tempo de duração do batom.

O preço dos batons da Dailus aqui em Uberlândia varia entre R$29,90 e R$36,90.

♦♦♦♦♦ DICAS ♦♦♦♦♦

• PRA QUEM NÃO GOSTA DO ACABAMENTO SUPER SECO, PODE PASSAR BALM NOS LÁBIOS, RETIRAR O EXCESSO COM PAPEL E PASSAR O BATOM. O ACABAMENTO NÃO FICA TOTALMENTE MATTE.
• QUEM TEM DIFICULDADE EM PASSAR ESSE TIPO DE BATOM, MINHA DICA É SEMPRE DEIXAR MUITO PRODUTO NO APLICADOR E PASSAR DE UMA VEZ SÓ. EVITA MANCHAR.

22Jun 2016

DICA FIT: Glutamina: O que é? Como usar?

Postado por às em DICA FIT, Saúde


Tem um ano que eu estou na academia e eu nem consigo enumerar os benefícios que eu já tive, desde a melhora na coordenação motora até dormir melhor. Depois que você começa a ir todos os dias na academia, às vezes eu vou duas vezes no mesmo dia, seu corpo se acostuma e você pode começar a perder nutrientes e aminoácidos e é pra isso que serve a suplementação.
A Agora Saúde é uma empresa que trabalha há 10 anos com suplementos alimentares e produtos naturais dedicados à saúde, beleza e bem-estar. Eles me enviaram a Glutamina de 300g.

A GLUTAMINA


A Glutamina é um aminoácido com importante função no organismo porque apresenta efeito anti-catabólico e essencial para o crescimento e manutenção do tecido muscular. O catabolismo Muscular é o processo reverso da musculação, ou seja, é o desgaste excessivo da musculatura, a degradação da massa muscular. Existem vários motivos que podem desencadear o catabolismo: doenças, má alimentação, descanso errado, excesso de atividade física e muitos outros fatores.
Para evitar esse desgaste, existem suplementos alimentares que evitam a perda de massa muscular, são os suplementos anti-catabólicos.
Mas o mais importante é que nada substitui uma boa alimentação e o descanso necessário.

COMO EU USO

No potinho da Glutamina vem um dosador de 5g. Eu uso uma dose (de 5g) num copo de suco de limão sem açúcar logo que eu chego da academia a noite. O momento ideal é a noite porque é nesse horário que o hormônio de crescimento GH é liberado e ocorre a construção muscular.

Estou usando há pouco mais de um mês, mudei meu treino e segundo minha instrutora, o ideal é que eu use por 06 meses para ver diferença na massa muscular e nas medidas. Eu sou a favor de suplementação desde que a pessoa não substitua a suplementação por uma boa alimentação. A suplementação é COMPLEMENTO.

O pote da Glutamina está R$142,00 na Agora Saúde e, de acordo com o meu uso, um pote da Glutamina dá para 02 meses.

PARA COMPRAR, ACESSE O SITE DA AGORA SAÚDE AQUI! A Agora Saúde trabalha com vários produtos na área de saúde, beleza e bem estar.

09Jun 2016

1 LIVRO POR MÊS: Bridget Jones – Louca pelo Garoto

Postado por às em Cultura, Livros

Título original: BRIDGET JONES: MAD ABOUT THE BOY
Páginas: 440
Lançamento: 28/10/2013
Selo: Companhia das Letras


Primeiro de tudo: não é um lançamento! Mas tenho quase 70 livros aqui em casa que ainda não li e prometi a mim mesma que leria mais esse ano ( e até coloquei como meta de 2016) e então, pra cumprir minha promessa, me propus a ler 1 livro por mês.

Depois de anos, 14 pra ser mais exata, foi lançado Bridget Jones: Louca pelo Garoto e como havia lido os outros dois livros, resolvi comprar e confesso que o livro não me pegou de vez. Sabe quando a leitura, apesar de leve vai se arrastando e vocẽ não consegue terminar o livro nunca? Foi assim com esse.

O livro conta a história de Bridget após 5 anos de viúva (sim, Mark Darcy morreu num acidente diplomático) com 2 filhos Mabel e Billy que são uns fofos. Ela se vê sozinha e desamparada, lutando contra as cobranças da mãe com suas roupas e com a criação dos seus filhos. Mas ainda tem os mesmos amigos Tom, Jude e Thalita que ajudam, da maneira deles a reconfortá-la. E tem toda uma nova comunidade escolar envolvida, com as mesmas dificuldades de adaptação que ela encontrava aos 30 anos, só que agora viúva e com filhos.
Enquanto isso, ela tenta voltar a se sentir mulher e é quando aparece Roxster de 29 anos. Ela, já cinquentona, tentando lidar com os termos “meia-idade” e “tigresas” se vê apaixonada por um garotão. E o que seria mais improvável, que era a diferença de idade, paira na relação dos dois.
Não posso falar mais nada porque eu vou ser spoiler e apesar de o livro não ser um lançamento, quando você sabe do final da história, o livro pode ficar sem graça.

É difícil falar porque eu não gostei do livro sem contar algumas coisas, mas no final, ela escolheu o que seria mais cômodo, mais “aceitável” e mais altruísta, se é que eu posso dizer assim. Mas de qualquer forma, ela não pensou somente no prazer dela e abriu mão daquilo e, certa forma, fez quem que o outro abrisse mão dela. E o final… foi o que mais me desagradou mesmo porque senti que houve um sentimento forçado pela autora em Bridget para que se acertasse e ficasse uma “família tradicional”. No fim, acho que foi isso mesmo.

Como disse, foi um livro que eu fui me arrastando e acabei de ler, mais por obrigação do que por prazer mesmo.

Plugin from the creators ofBrindes :: More at PlulzWordpress Plugins